Estudantes de Medicina da UFSM mobilizados para melhorar o Internato

Nessa quinta-feira (27/06) ocorreu uma reunião extraordinária do colegiado do curso para discussão das normas e pautas do Internato solicitada no dia 21/06 durante a entrega dessas pautas a coordenação do curso. Nessa reunião tivemos algumas conquistas em relação às normas do Internato como direito de pós-plantão, manutenção do direito de alimentação e acréscimo do direito de transporte para o Internato Eletivo, período de férias por ano de internato, direito a paralisação quando não houver condições de trabalho e aprendizado adequados, manutenção de quatro representantes discentes sem especificação de semestre na comissão do Internato, apenas o preceptor deverá definir as funções do interno bem como sua avaliação, que em hipótese alguma seja excedida a carga horária das clínicas, orientação da preceptoria em tempo integral, direito ao aluno em apontar falhas nos regulamentos e normas da instituição quando julgar essas práticas indignas do ensino ou do exercício médico. Infelizmente, o cumprimento em dobro de carga horária ao faltar ao plantão sem justificativa permaneceu, já em casos de falta justificada, os casos particulares serão discutidos no colegiado que decidirá se há necessidade ou não de recuperação.

Durante a reunião do colegiado, sentimos que nossas pautas, que não foram discutidas por falta de tempo, estavam sendo tratadas com descaso. Apesar do grande apoio que recebemos de alguns professores, presenciamos declarações de que os estudantes não poderiam reclamar da ausência de preceptores enquanto trocassem, vendessem ou faltassem a plantões, que as chefias não possuem controle algum sobre os preceptores, que o HUSM está deixando de ser um hospital escola e que com a chegada da EBSERH isso ficará ainda pior, que a coordenação desconhecia a existência de tantas irregularidades, que precisamos provar o que dizemos, e que a coordenação não participaria e jamais haviam se comprometido a participar da assembleia geral dos estudantes, contrariando a declaração da semana anterior, no dia 21/06, feita diante dos 20 estudantes que foram entregar as pautas.

No dia seguinte, sexta-feira (28/06) ocorreu a quarta Assembleia Geral dos Estudantes de Medicina em que, diante do reincidente descaso com as reivindicações estudantis relacionadas aos problemas do curso, os estudantes presentes definiram uma semana de atividades para que nossas pautas sejam avaliadas e atendidas pelo colegiado do curso na sua próxima reunião (04/07). Primeiramente, foi deliberada a realização de um ato durante a quarta-feira (03/07) em apoio à mobilização nacional dos médicos com oficina de cartazes, tenda de promoção à saúde, panfletagem para conscientizar a população sobre a real situação da saúde publica. Posteriormente, também se deliberou a PARALISAÇÃO das atividades acadêmicas na quinta-feira (04/07), a partir das 10 horas, e vigília para aguardar o parecer do Colegiado em relação às nossas pautas, durante a sua reunião ordinária que ocorrerá nesse mesmo dia, às 11 horas. Durante a paralisação, realizaremos um almoço coletivo em frente ao CCS e plenária de apreciação das respostas às nossas reivindicações.

Contamos com a presença de todos nessas lutas, pois apenas unidos podemos realizar as mudanças que desejamos!

Só a luta muda a vida!

Imagem

Anúncios

Sobre dazef

Diretório Acadêmico José Mariano da Rocha Filho
Esse post foi publicado em Início. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s